Pedro Dias conhece hoje decisão sobre homicídios de Aguiar da Beira

Patrice Gainsbourg
Março 10, 2018

"Entende o tribunal que se pode justificar a alteração e agravamento da qualificação de alguns dos crimes", indicou o juiz.

O Tribunal da Guarda condenou Pedro Dias à pena máxima de 25 anos de prisão, em cúmulo jurídico, por vários crimes cometidos em Aguiar da Beira a 11 de outubro de 2016, entre os quais três homicídios consumados.

Apesar disso, acaba por haver uma "sensação de dever cumprido", admitiu, salientando a decisão do Tribunal da Guarda que confirma "a coerência, a credibilidade, a honestidade e a sinceridade das declarações" do militar António Ferreira, que chocavam com a versão dos factos do arguido.

"Esta dor vai morrer comigo", disse Maria de Fátima aos jornalistas, referindo-se à morte da filha e do genro que foram apanhados por Pedro Dias quando iam a caminho de uma consulta de fertilidade em Coimbra.

BBB 18: Em conversa com Kaysar, Gleici dispara: "Armaram"
Nada demais". "Que raiva da Patrícia forçando a barra com o Kaysar na cama, ele implorando para ela parar e ela continuando". Viegas, Kaysar , Patrícia , Wagner e Caruso conversaram na cozinha sobre relacionamentos amorosos.

"Quando há mortos, quando há vítimas desta natureza, é difícil dizer que se está satisfeito, sobretudo num contexto em que as nossas molduras penais para estes crimes têm que ser revistas", vincou.

Pedro Dias foi condenado pelos homicídios consumados do militar da GNR Carlos Caetano e de Liliane e Luís Pinto, um casal que viajava na Estrada Nacional (EN) 229 naquela noite.

Pedro Dias estava acusado de três crimes de homicídio qualificado sob a forma consumada, três crimes de homicídio qualificado sob a forma tentada - que passaram de "simples" para "agravados" -, três crimes de sequestro e dois de roubo.

"Ficou condenado numa pena de prisão de 22 anos quer pela morte do Luís Carlos, quer pela morte da Liliana", frisou, acrescentando que, somando todas as penas, Pedro Dias foi condenado a perto de 105 anos de prisão.

Outros relatórios LazerEsportes

Discuta este artigo

SIGA O NOSSO JORNAL