Casa Branca apoia leis mais duras para aquisição de armas, diz Trump

Patrice Gainsbourg
Março 12, 2018

O governo de Donald Trump propõs, este domingo, um plano para combater a violência armada que, no entanto, não inclui um aumento da idade mínima exigida para que um adolescente possa comprar armamento militar.

"Os estados estão a tomar decisões. As coisas estão se movendo rápido sobre isso, mas não há muito apoio político (para dizer o mínimo)", escreveu no Twitter.

Apesar de Trump ter expressado o desejo de aumentar a idade necessária para comprar alguns tipos de armas, como rifles, de 18 para 21 anos, o plano não contempla a proposta.

Source: PSG to probe noise, firecrackers at Real Madrid hotel
Back in 2013, PSG president Nasser Al-Khelaifi insisted that his club would be European Champions within the next five years. Valverde was also asked about Gremio midfielder Arthur, who is reportedly closing in on a €40m move to Camp Nou.

"Enormes melhorias e reforços no sistema de verificação de antecedentes, que será respaldado completamente pela Casa Branca (...)".

Trump disse acreditar que professores armados inibiriam massacres a tiros em escolas e protegeriam melhor os alunos quando eles ocorrerem.

O presidente, que advogou o direito às armas durante sua campanha de 2016, prometeu agir para prevenir massacres do tipo em escolas depois que um atirador matou 17 pessoas em uma escola secundária de Parkland, na Flórida, em 14 de fevereiro.

Outros relatórios LazerEsportes

Discuta este artigo

SIGA O NOSSO JORNAL