Mourinho perde em casa e diz adeus à Liga dos Campeões

Vincent De Villiers
Março 14, 2018

Nem o gol de Romelu Lukaku, aos 39, conseguiu evitar a queda dos Diabos Vermelhos em pleno Old Trafford.

Partida grande esta noite no Teatro dos Sonhos com os adeptos do Manchester United a pedirem a José Mourinho e companhia a presença nos quartos de final da Liga dos Campeões.

O Sevilla se juntou a Manchester City, Real Madrid, Juventus e Liverpool na próxima fase.

No outro jogo da Liga ontem, a Roma reverteu a vantagem do Shakhtar Donetsk e garantiu vaga nas quartas.

Nesta quarta-feira, Barcelona-Chelsea e Basiktas-Bayern de Munique definem as duas últimas vagas.

Após um empate na Andaluzia, onde o time espanhol foi bem superior e não saiu com uma vitória graças a mais uma grande partida de De Gea, a sensação de que algo bom iria acontecer para o jogo de volta ficou no ar.

Três minutos depois, Lingard fez cruzamento perigoso para nova tentativa de Lukaku, que foi bloqueada pela zaga.

Morre Bebeto de Freitas, técnico da Geração de Prata
A assessoria de imprensa do clube mineiro confirmou a morte do seu dirigente na tarde desta terça. Ele tinha 68 anos e chegou a receber atendimento médico ainda no Centro de Treinamento do Galo.

Mas o brilho inicial parou aos 5 minutos e o Sevilla não demorou para responder, primeiro em cobrança de escanteio desviada por Correa e depois em erro de Bailly na saída de bola que acabou com chute de Muriel, aos 8 e 13 minutos, respectivamente. O jogo da ida terminou empatado por 0x0. O jogador francês entrou apenas no segundo tempo na vaga de Fellaini, quando a partida esquentou um pouco.

O primeiro tempo não foi tão vistoso, mas o segundo começou completamente diferente. Aos cinco, Rashford cobrou falta bem colocada, mas Rico espalmou.

A precisar de três golos, Mourinho ainda lançou Mata e Martial, mas o melhor que conseguiu foi atenuar o desaire (golo de Lukaku, aos 84'), não evitando que o Sevilha se apurasse, no actual formato da competição, pela primeira vez para os quartos-de-final. Nada disso aconteceu. Posse de bola respeitada por ambos os times, o qual demonstrou um equilíbrio de praticamente 50% para cada lado.

Com os times fechados, a solução foi arriscar de fora da área. Ele entrou aos 27 e marcou um minuto depois.

Os espanhóis avançaram aos quartas-de-final da competição pela primeira vez depois que Ben Yedder, que saiu do banco de reservas, marcou em chute que superou David De Gea aos 29 minutos do segundo tempo.

O gol desestabilizou o clube inglês, que quatro minutos depois levou o segundo gol de Ben Yedder após cobrança de escanteio. De Gea tentou tirar, mas mandou para dentro. O árbitro apontou para o meio e confirmou o segundo do francês. Lukaku aos 38 do segundo tempo.

Outros relatórios LazerEsportes

Discuta este artigo

SIGA O NOSSO JORNAL