Pai de Neymar diz que futuro do filho passa pelo PSG

Vincent De Villiers
Março 14, 2018

Ainda de acordo com o Marca, o Real Madrid estaria disposto a desembolsar 450 milhões de euros (cerca de R$ 1,8 bilhão), mais que o dobro do valor pago pelo PSG para tirar Neymar do Barcelona, em agosto 2017.

De acordo com o programa esportivo Telefoot, do canal de TV francês TF1, o bilionário árabe Nasser Al-Khelaïfi, presidente e dono do PSG, deve desembarcar no Brasil, nos próximos dias, para encontrar com Neymar, que se recupera da lesão sofrida no pé direito em sua mansão, que fica em Mangaratiba, na região metropolitana do Rio de Janeiro.

"Tenho certeza que ele voltará logo e nós estamos muito animados de tê-lo outra vez", comentou o mandatário do PSG. "Ele é hiperativo, sempre querendo fazer as coisas, e está impossibilitado até de andar no momento". "Ele está muito contente e motivado", disse Neymar pai, segundo a agência EFE.

O presidente do PSG, Nasser Al-Khelaifi, está em visita ao Brasil, para acompanhar a recuperação de Neymar, que se machucou pelo campeonato francês.

Morre Bebeto de Freitas, técnico da Geração de Prata
A assessoria de imprensa do clube mineiro confirmou a morte do seu dirigente na tarde desta terça. Ele tinha 68 anos e chegou a receber atendimento médico ainda no Centro de Treinamento do Galo.

"Eu acho que o mais importante para as crianças é que tenham metas e que tenham esperança na vida". "Fiquei muito feliz em vê-lo depois da cirurgia, porque ainda não tinha encontrado com ele".

Dirigentes do Paris Saint-Germain não querem dar brechas para que Neymar seja seduzido pelo Real Madrid. Foi uma oportunidade de vir, ver ele aqui e olhar em seus olhos e ver que ele quer voltar.

Após conhecer as instalações do centro esportivo/educacional e ser cumprimentado pelas crianças que frequentam o local, ele deu entrevista coletiva ao lado do pai do jogador. "Que eles ajudem suas famílias a serem bons com sua comunidade também", disse. Isso nos deixa muito felizes e motivados até para o Neymar se recuperar com mais tranquilidade, com paz e saber que recebe o apoio de pessoas que realmente se preocupam com ele.

O aparente descontentamento de Neymar com o PSG pode levar o brasileiro de volta à Espanha. Nasser teve participação direta na contratação de Neymar do Barcelona. "Não é nada que queremos fazer por mídia ou publicidade, queremos fazer algo do nosso coração, é o mínimo, e eu acho que é muito importante fazer alguma coisa aqui", disse Nasser.

Outros relatórios LazerEsportes

Discuta este artigo

SIGA O NOSSO JORNAL