Stephen Hawking: Obrigado por tudo!

Patrice Gainsbourg
Março 14, 2018

Escreveu 14 livros entre eles os mais conhecidos "O universo em uma casca de noz" e "Uma breve história do tempo". Vendeu 9 milhões de cópias dessa publicação, embora muitos não tenham sequer terminado sua leitura. "Desde aí, tudo tem sido um bónus".

Após conseguir seu doutorado, Hawking se dedicou à pesquisa e ao ensino ensino na faculdade de Gonville e Caius. "Se não tivesse mais o que contribuir, suicidar-me-ia". No episódio, Stephen salva Lisa de ser gravemente ferida por algumas pessoas de Springfield, que estão irritadas com as novas leis. Com Hawking, os estudos eram muito complicados para grande parte das pessoas, mas elas entenderam que o que ele estava tentando descobrir era básico, até mesmo primordial.

Diagnosticado com esclerose lateral amiotrófica aos 21 anos, ele conseguiu que sua deficiência se convertesse em uma das chaves da sua obra científica.

Na Renascença, Carlos Fiolhais lembra que o cosmólogo britânico criou a "Teoria da radiação dos buracos negros", segundo a qual estes 'buracos' "não são completamente negros". "A primeira coisa que atrai é a doença debilitante e sua cadeira de rodas", disse Turner, mas então sua mente e a "alegria que ele assimilou à ciência" dominavam.

A ex-mulher de Hawking concedeu uma entrevista em 2015 ao jornal espanhol El Mundo, relatando o conflito diário que vivia enquanto esteve casada com ele, já que constantemente ele "caçoava" de sua fé, classificando-as de "superstições religiosas".

"Um astrônomo médio, como eu, sequer tentaria seguir as teorias mais esotéricas que (Hawking) perseguiu nos últimos 20 anos", diz Fabian. É que Stephen Hawking morreu a 14 de Março deste ano - no dia do nascimento de Albert Einstein, que é também o dia do Pi (3,14). O mesmo posto ocupado por Isaac Newton, reivindicado tanto por físicos quanto por astrofísicos. "Meus pensamentos estão com sua família".

Morre o físico inglês Stephen Hanking aos 76 anos
Isso quer dizer que, com o tempo (medido em trilhões de anos), eles evaporam completamente e somem sem deixar vestígios. Na obra, Hawking procurou divulgar ao grande público questões fundamentais sobre o nascimento e a morte do Universo.

"Sua passagem deixou um vácuo intelectual em seu rastro".

O professor Stephen Toope, vice-reitor da Universidade de Cambridge, também o homenageou com estas palavras: "O professor Hawking foi um pessoa única que será lembrada com carinho e afeto não só em Cambridge, mas no mundo inteiro".

Em Buracos Negros e Universos Bebés - E Outros Ensaios (Gradiva, 1994) Hawking mistura relatos autobiográficos e reflexões contemporâneas, analisando conceitos como o tempo, a estrutura da matéria e o futuro do Universo.

Stephen Hawking foi casado duas vezes e teve três filhos. Hawking foi o primeiro a mostrar que elas se conectavam. Mas ele admitiu mais uma "teoria unificada" pode não ser possível.

"Na Biblioteca de Bernadotte, o Rei e o Professor Hawking encontraram-se numa reunião apreciada". Inicialmente, ele teorizou sobre a "singularidade" do universo em equações matemáticas elegantes, comparando o início do tempo com as funções da onda. A cantora americana Katy Perry afirmou que havia um "grande buraco negro" em seu coração. É um milagre da ciência médica, da determinação humana, são muitos milagres juntos. "Ele fez várias contribuições fundamentais e duradouras à cosmologia, mas provavelmente é mais conhecido do público por sua paixão e seu entusiasmo em compartilhar seu conhecimento de como o universo funciona". Por nunca permitir que a sua agravada condição de saúde o impedisse de contribuir pelas causas em que acreditava, esta sua resiliência é-nos transmitida envolta num forte valor simbólico da capacidade ilimitada da mente humana e força de espírito.

Outros relatórios LazerEsportes

Discuta este artigo

SIGA O NOSSO JORNAL