Dois feridos em derrocada numa praia em Sintra

Patrice Gainsbourg
Março 16, 2018

Um desmoronamento de falésia na praia da Ursa, sem uso balnear, atingiu cinco pessoas que acampavam no areal, provocando a morte de um jovem brasileiro, traumatismos numa jovem alemã e ferimentos leves em outras três pessoas.

"Não havia condições de segurança para fazer o resgate via cabos", frisou Bruno Tomás, apesar da deslocação para o local de uma equipa de resgate de grande ângulo dos bombeiros, tendo a jovem ferida sido retirada do areal, cerca das 11:45, por um helicóptero da Força Aérea Portuguesa.

As restantes três pessoas saíram ilesas e estão a receber apoio psicológico.

"Cabe à APA a identificação dos locais de risco a sinalizar, com os diferentes modelos de placas, cabendo à câmara municipal competente proceder à respectiva colocação", refere-se no comunicado.

Dia do Consumidor, coordenadora do Procon alerta para problemas enfrentados pelos consumidores
Isso serviu de incentivo e modelo para a criação dos demais Procon's do País, inclusive o de Santa Catarina, em 1988. O atendimento será realizado por meio da distribuição de senhas.

Questionado sobre se a praia irá ser interditada, o comandante Pereira da Terra esclareceu que técnicos da Agência Portuguesa do Ambiente estão "a fazer a avaliação" da zona, mas a área já está identificada como sendo de risco de derrocada.

No local estiveram elementos dos Bombeiros de Almoçageme, da Autoridade Nacional de Proteção Civil (ANPC) de Sintra e do INEM, meios da Autoridade Marítima e um helicóptero da Força Aérea Portuguesa para resgate e assistência às vítimas, devido à dificuldade de acesso à praia.

Suspeitou-se que uma cidadã alemã, de 18 anos tivesse sofrido ferimentos graves, mas fonte do INEM garantiu que está a ser tratada apenas por ferimentos ligeiros.

A Autoridade Marítima Nacional coordenou as operações de socorro. Uma das vítimas sofreu uma paragem cardiorrespiratória e a outra um traumatismo craniano.

Outros relatórios LazerEsportes

Discuta este artigo

SIGA O NOSSO JORNAL