INE: Proveitos da hotelaria ultrapassam os 138M€ em Janeiro

Judith Bessette
Março 16, 2018

No mês de Janeiro a região alentejana destacou-se com um aumento de 11,4% nas dormidas registadas, um número apenas superado pela Região Autónoma dos Açores (12,4%), segundo dados divulgados pelo Instituto Nacional de Estatística (INE) esta quinta-feira (15 de Março).

Para a hotelaria nacional, o primeiro mês do ano foi marcado por uma subida quer do número de hóspedes quer do número de dormidas em relação a Janeiro de 2017.

Face a Dezembro - mês que conta com duas quadras festivas, o Natal e a Passagem de Ano - houve uma ligeira desaceleração, já que no último mês do ano passado a hotelaria nacional teve 1,17 milhões de hóspedes. Neste indicador, o INE destaca o mercado interno, que foi responsável por 764,8 mil dormidas, subindo 7% face a Janeiro de 2017, ainda assim abaixo de Dezembro, quando o crescimento das dormidas dos turistas nacionais tinha sido de 12,2%.

"As dormidas por parte dos visitantes estrangeiros continuam a ser o indicador mais positivo e o principal impulsionador do crescimento turístico no Centro de Portugal", verificando-se que, entre Janeiro de 2017 e Janeiro de 2018, as dormidas de estrangeiros aumentaram 16,46%, para 79.608 (tinham sido 68.354 no primeiro mês de 2017). Os portugueses aumentaram a suas estadas em 3,9%, o que compensou menos dias passados pelos estrangeiros em Portugal e aumentou para 2,47 o número de dias que os turistas passam em Portugal. Comparativamente, o crescimento nas dormidas de estrangeiros a nível nacional foi de 4,30%, ou seja, cresceram quatro vezes mais no Centro de Portugal do que na globalidade do País.

Rúben Dias e André Gomes entre os convocados de Fernando Santos
Avançados: Cristiano Ronaldo, André Silva, Gelson Martins, Bernardo Silva, Ricardo Quaresma e Gonçalo Guedes. Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.

Já a taxa de ocupação por cama aumentou 1,1 pontos percentuais, fixando-se nos 30%, enquanto o RevPar subiu 11,6%, para 25,1 euros, ainda assim abaixo do registado em Dezembro, quando a subida tinha sido de 18,4%, para um total de 28,3 euros. "Os proveitos de aposento subiram 14,0% (+21,0% no mês anterior) e atingiram 96,2 milhões de euros", refere o documento.

Por nacionalidades, destaque para o mercado sueco, que cresceu 50,9%, bem como para o norte-americano e brasileiro, que cresceram 22% e 15,3%, respectivamente.

O mercado britânico (17,7% do total de dormidas de não residentes) "manteve a tendência dos últimos meses e recuou 7,2%", enquanto as dormidas de hóspedes alemães (13,4% do total) verificaram uma ligeira redução de 0,5% em janeiro, após +6,5% em dezembro. Já os mercados espanhol e francês tiveram aumentos de 4% e 16,3%.

As dormidas concentraram-se principalmente na área metropolitana de Lisboa (peso de 32,2%), Algarve e Madeira (ambas com 18,9%).

Outros relatórios LazerEsportes

Discuta este artigo

SIGA O NOSSO JORNAL