Fifa aprova e Copa do Mundo na Rússia deve ter VAR

Vincent De Villiers
Março 17, 2018

Os detalhes de formato da Liga Mundial serão discutidos durante as reuniões do Conselho da Fifa nesta semana em Bogotá, na Colômbia. O primeiro torneio a utilizar o VAR foi o Mundial de Clubes, no Japão, em dezembro do mesmo ano.

O árbitro de vídeo (VAR, na sigla em inglês para "Video Assistant Referee") já havia sido aprovado pela International Board, no dia 3 de março, como uma regra do futebol.

O sistema começou a ser testado pela Fifa em setembro de 2016, com partidas na sede da entidade. "É uma decisão muito importante, histórica", referiu Infantino, em declarações aos jornalistas.

Multas só começam a ser cobradas em junho — Limpeza dos terrenos
Após a data estabelecida, estes, estão sujeitos a processos de contraordenação. O Governo quer promover a limpeza para evitar tragédias como a de 2017.

"A Fifa não tomou essa decisão de forma unânime".

A Taça das Confederações, realizada no ano passado (Portugal terminou em terceiro, após derrotar o México por 2-1, no prolongamento), foi o grande teste ao VAR, tecnologia já usada em algumas das principais ligas da Europa, como a italiana, a alemã e a portuguesa.

"Em alguns poucos segundos, todos sabem que o árbitro cometeu um erro grave". Com o VAR, comete um erro importante a cada 19 jogos. Fala-se também do que tempo que se perde. Talvez se fale de maneira muito emocional. Com os laterais, hoje, em cada partida, se perde 7 minutos. "Uma decisão do VAR muda um jogo", explicou o dirigente para aprovar a decisão. O ex-presidente da Fifa, Joseph Blatter, também criticou a decisão, alegando que ela tinha o potencial de "desvirtuar" o futebol. Sem provar, não saberíamos como ia funcionar.

Outros relatórios LazerEsportes

Discuta este artigo

SIGA O NOSSO JORNAL