Tiroteio deixa feridos em escola de ensino médio de Maryland

Rebecca Barbier
Março 20, 2018

O atirador foi atingido a tiro por um segurança da escola, precisou o xerife do condado de Saint Mary, Tim Cameron. "A escola está fechada e o acidente foi controlado", anunciou uma mensagem publicada no site da escola.

Um policial que fazia a segurança do colégio ouviu os tiros, perseguiu o atirador e disparou uma rajada contra ele, que respondeu com outra, de acordo com Cameron.

Imagens aéreas exibidas por canais de televisão mostraram vários automóveis da polícia em todos os acessos do complexo educacional, que tem 1.600 alunos, com idades entre 14 e 18 anos.

Um estudante do colégio, que se identificou como Jonathan Freese, disse por telefone à rede "CNN" que "tudo aconteceu muito rápido, pouco depois do início das aulas".

'BBB 18': Diego, Gleici e Jéssica estão no paredão
Depois de Diego, Gleici aparece com 14,48%, enquanto que Jéssica tem 9,39%. "Ter 23 anos não significa que eu sou imatura". Diego , que acreditava ser a escolha dos Líderes - Gleici e Família Lima - atendeu ao Big Fone .

Policiais e agentes do FBI e do Departamento de Álcool, Tabaco, Armas e Explosivos foram ao local e participam das investigações. A ação provocou as mortes de 14 estudantes e três adultos.

Estudantes de todo o país pretendem organizar uma manifestação no sábado (24) para exigir a aprovação de medidas mais rígidas para a compra de armas.

Às oito da manhã, no liceu Great Mills, de Maryland, ouviram-se os primeiros tiros. "Juntos nós podemos impedir que isso se repita", tuitou Emma Gonzalez, uma das sobreviventes do tiroteio de Parkland e porta-voz do movimento para limitar o acesso às armas de fogo. Autoridades locais informaram que houve registro de um tiroteio no estabelecimento.

Outros relatórios LazerEsportes

Discuta este artigo

SIGA O NOSSO JORNAL