Estados Unidos preparam novas sanções à Rússia

Patrice Gainsbourg
Abril 15, 2018

Ele acrescentou que "a prioridade imediata é evitar o perigo de guerra". "Elas eram muito belicosas ".

Falando após uma reunião a portas fechadas do Conselho de Segurança da ONU solicitada pela Bolívia devido a ameaças de ação militar na Síria pelo presidente norte-americano, Donald Trump, Nebenzia afirmou que a situação é ainda mais perigosa porque há tropas russas na Síria. "Eles sabem que nós estamos lá [na Síria], gostaria que houvesse um diálogo através dos canais apropriados, para evitar quaisquer evoluções perigosas para esta situação". Por isso, Nebenzia pediu que os EUA e seus aliados não utilizem a força contra a Síria.

Ativistas da oposição síria e equipes de resgate afirmam que um ataque químico na cidade de Douma, perto da capital síria, matou mais de 40 pessoas em 7 de abril.

Os EUA acusam o regime do presidente da Síria, Bashar al Assad, aliado de Kremlin, de ser responsável pelo ataque.

Síria. EUA "prontos a disparar"
Segundo a agência de notícias IRNA, Khamenei falou numa reunião com autoridades iranianas e embaixadores de países islâmicos. O Secretário Geral da ONU, Antonio Guterres, fez o apelo para que não aumente a tensão.

Trump disse que estava realizando reuniões nesta quinta-feira sobre a Síria e esperava tomar decisões "em breve".

O embaixador pediu por isso ao Conselho que vote favoravelmente o projeto de resolução que Moscovo apresentou, no qual defende que a ONU condene a "agressão" armada ocidental contra a Síria, a qual "viola o Direito Internacional e a Carta das Nações Unidas". A hipótese de um ataque na Síria tem de ser ponderada à luz da ameaça de uma guerra generalizada, envolvendo os EUA, a Rússia e o Irão. De qualquer forma, os Estados Unidos, sob minha administração, fizeram um ótimo trabalho livrando a região do ISIS [Estado Islâmico].

Haley disse ainda que o fato de que Assad usava armas químicas como algo "mais normal e que a Rússia encobre isso, tudo isso precisa parar".

Outros relatórios LazerEsportes

Discuta este artigo

SIGA O NOSSO JORNAL