Ausente de manifestações, Ciro Gomes pede para visitar Lula na prisão

Patrice Gainsbourg
Abril 17, 2018

O pré-candidado a presidente Ciro Gomes (PDT) afirmou nesta segunda-feira (16) não acreditar que o deputado federal Jair Bolsonaro (PSL), segundo colocado nas pesquisas eleitorais, tenha fôlego para manter o desempenho quando começar a campanha começar.

Segundo pesquisa Datafolha divulgada no último fim de semana, Luiz Inácio Lula da Silva continua liderando a corrida ao Palácio do Planalto mesmo preso.

Questionado se os partidos de esquerda estariam desarticuladas no Brasil, Ciro disse que não é uma tradição trabalhar juntos. Se a candidatura do ex-presidente Lula vai virar miragem, por força das circunstâncias, a influência do eleitor Lula tende a ser decisiva: no retrato de hoje, colocaria alguém no segundo turno, desde que o apontasse como seu candidato. Sem Lula no cenário, quem obtiver seu apoio tem grande chance de chegar lá. Ciro disse ser camarada de Lula há 30 anos e apoiar o projeto de poder do petista há 16 sem faltar um dia sequer.

Caixa reduz juros e amplia valor do financiamento da casa própria
Além da redução de juros , a CAIXA também promoveu melhoria das condições no financiamento de imóveis para pessoa física. A primeira é que as taxas de juros do crédito imobiliário da Caixa Econômica Federal caíram.

No entanto, Ciro faz questão de endurecer o discurso em público e diz que "não era obrigado" a estar no evento de Lula, já que estava em um compromisso pré-agendando no exterior.

"Estamos cansados de saber que o PT não apoiará ninguém", declarou o pré-candidato do PDT, que ainda acrescentou que o projeto petista não é, "definitivamente", o dele. O pré-candidato do PDT considera que a perspectiva de votos no magistrado aposentado mostra o fim de um ciclo no País e a busca por novas lideranças.

Ciro também falou sobre a ascensão do ex-presidente do STF Joaquim Barbosa. "Na democracia a gente se apresenta e as pessoas querem ouvir o que seremos capazes de produzir para eles", disse.

Outros relatórios LazerEsportes

Discuta este artigo

SIGA O NOSSO JORNAL