Caixa reduz juros e amplia valor do financiamento da casa própria

Judith Bessette
Abril 17, 2018

Além da redução de juros, a CAIXA também promoveu melhoria das condições no financiamento de imóveis para pessoa física. Para novas unidades, o teto do financiamento foi mantido a porcentagem de 80%. Ele havia sido reduzida pela Caixa em setembro do ano passado.

Para imóveis enquadrados no Sistema de Financiamento Imobiliário (SFI), cujos valores dos imóveis são acima dos limites do SFH, a taxa mínima caiu de 11,25% para 10% ao ano.

Sistemas de financiamento - Estão enquadrados no SFH imóveis residenciais de até R$ 800 mil para todo país, exceto para Rio de Janeiro, São Paulo, Minas Gerais e Distrito Federal, onde o limite é de R$ 950 mil. Os imóveis residenciais acima dos limites do SFH são enquadrados no SFI. A primeira é que as taxas de juros do crédito imobiliário da Caixa Econômica Federal caíram. Ou seja, as taxas estavam congeladas há 17 meses. O percentual do valor a ser financiado subiu de 50 para 70%.

O banco informou que possui R$ 82,1 bilhões para o crédito habitacional neste ano.

Beyoncé irá reunir o Destiny's Child em show do Coachella, garantem fontes
Depois do ar latino e tropical de Mi Gente e Hold Up, Beyoncé convidou seu marido Jay-Z para a música Déjà Vu . Sua irmã, a cantora Solange Knowles , não ficou de fora e dançou ao som de " Get Me Bodied ".

A Caixa também retomou o financiamento de operações de interveniente quitante (imóveis com produção financiada por outros bancos) com cota de até 70%.

Consultores ouvidos pelo G1 afirmam que a iniciativa pode aquecer o mercado de imóveis que está há bastante tempo a espera de compradores. Mesmo assim, economistas dizem que comprar um imóvel para pagar a longo prazo exige planejamento. "O objetivo da redução é oferecer as melhores condições para os nossos clientes, além de contribuir para o aquecimento do mercado imobiliário e suas cadeias produtivas", disse em nota.

"O pegador de crédito deveria ter essa consciência, dinheiro ainda está caro".

Apesar de ainda concentrar 69% dos financiamentos imobiliários no país, a participação da Caixa neste segmento diminuiu, segundo dados da Abecip (Associação Brasileira das Entidades de Crédito Imobiliário e Poupança).

Outros relatórios LazerEsportes

Discuta este artigo

SIGA O NOSSO JORNAL