Lula: Justiça 'proibiu' visita de Dilma Rousseff e parlamentares

Oceane Deschanel
Abril 25, 2018

Na resolução aprovada nesta segunda-feira, o PT reafirma que Lula é a única alternativa do partido para a disputa presidencial e pela primeira vez determina de maneira formal providências para o registro da candidatura do líder maior do partido.

Um grupo de pessoas já pediu a autorização do Tribunal de Justiça do Paraná para ver o ex-presidente.

"O alargamento das possibilidades de visitas a um detento, ante as necessidades logísticas demandadas, poderia prejudicar as medidas necessárias à garantia do direito de visitação dos demais".

Dilma também criticou a prisão de Lula após condenação em segunda instância, em aberta violação à Constituição Federal, tema que é centro de um debate travado no STF (Supremo Tribunal Federal). Ela promete recorrer da decisão "até esgotar as instâncias brasileiras e iremos às cortes internacionais". "O Judiciário não se imporá como ditador sem desconforto".

Os deputados foram informados pelo superintendente da PF sobre o despacho da juíza impedindo a visita.

Gleisi ressaltou que haverá movimentação política em qualquer lugar em que Lula ficar instalado.

Todas as estações da Linha 1-Azul do Metrô estão fechadas
Inicialmente, houve um controle de fluxo nas catracas, mas, segundo a assessoria de imprensa do Metrô, o serviço está normalizado. A Linha 1-Azul do Metrô de São Paulo foi totalmente fechada por volta das 09h30 desta terça-feira (24) por falta de energia.

Para a magistrada, não houve "indicação de fatos concretos" para justificar a diligência.

O MPF já havia se posicionado contra o pedido, dizendo que "o objeto da visita parece ser inadequado".

A juíza também rejeitou a visita de uma comissão externa de deputados que pretendia verificar a situação do ex-presidente.

Deputados, a ex-presidente Dilma Rousseff (PT) e outros políticos haviam peticionado, com o intuito de ver Lula.

A Superintendência da Polícia Federal (PF) de Curitiba, local onde o ex-presidente Lula está preso desde o dia 7 de abril, solicitou à Justiça a transferência do petista para "um estabelecimento prisional adequado para o cumprimento da pena imposta", informou a colunista Mônica Bergamo, da Folha de São Paulo.

Outros relatórios LazerEsportes

Discuta este artigo

SIGA O NOSSO JORNAL