Piloto que trabalhou para o ex-deputado Gustavo Perrela é preso novamente

Patrice Gainsbourg
Abril 26, 2018

O piloto da aeronave, aprendida com quase meia tonelada de drogas no Espírito Santo, Rogério Almeida Antunes, foi preso novamente, em uma operação da Polícia Civil, em São Paulo. Foram achados vários vestígios de cocaína no interior da aeronave. De acordo com as investigações a aeronave era utilizada por uma facção criminosa que age dentro e fora dos presídios do país.

Policiais da Delegacia de Investigações sobre Entorpecentes de São Bernardo do Campo chegaram até o helicóptero ao investigar os rastros de outro piloto, Felipe Ramos Moraes, suspeito de participar da execução de dois líderes do grupo criminoso em Fortaleza há dois meses: Rogério Jeremias de Simone, o Gegê do Mangue, e Fabiano Alves de Souza, o Paca. Três pilotos também foram presos.

O Globo registra que os investigadores tentam descobrir a quem pertence esse novo helicóptero - provavelmente a aeronave está em nome de um laranja. A Justiça permitiu que ele respondesse ao processo em liberdade.

Sense8: Netflix divulga data de estreia do último episódio
Em português, a imagem com os oito protagonistas vem com a frase Juntos Até o Fim. A Netflix finalmente revelou a data de estreia do episódio final da série.

Na época, cinco pessoas foram condenadas por tráfico de drogas. O nome de Perrella não foi citado nem no indiciamento nem na denúncia.

Antunes era funcionário do gabinete de Gustavo Perrella, filho do senador Zezé Perrella, na Assembleia de Minas Gerais.

Outros relatórios LazerEsportes

Discuta este artigo

SIGA O NOSSO JORNAL