Procuradoria confirma assassinato de estudantes desaparecidos no México

Patrice Gainsbourg
Abril 26, 2018

Omar foi um dos dois detidos pelos assassinatos de Salomón Aceves Gastélum, de 25 anos, Daniel Díaz, de 20 anos, e Marco Ávalos, de 20 anos, sequestrados no dia 19 de março, torturados e assassinados no Estado de Jalisco.

Testemunhas disseram que foram interceptadas por um grupo de seis a oito homens que as forçaram a entrar em outro carro e fugiram. QBA revelou aos policiais que este não é o primeiro crime do qual ele participa e já teria envolvimento em outros três homicídios.

A confirmação da morte aconteceu depois que os investigadores apreenderam três barris cheios de ácido de uma casa na cidade de Tonala, onde os estudantes estavam filmando.

Gilmar Mendes diz que foro privilegiado deve cair
De acordo com o magistrado, a decisão da Segunda Turma pode representar a liberdade para o ex-presidente. "Se o Supremo emitir uma ordem eu terei que, necessariamente, cumprir", completou.

Não há indicação de que os estudantes "tivessem qualquer ligação com um cartel", acrescentou.

Investigadores acreditam que um dos estudantes tinha um parente envolvido em um cartel rival e que eles podem ter sido assassinados em um assassinato por vingança, disse ela. Testes de ADN confirmaram que os três corpos foram dissolvidos em ácido naquela casa.

Outros relatórios LazerEsportes

Discuta este artigo

SIGA O NOSSO JORNAL