Corumbá já vacinou 31% do primeiro público-alvo da campanha contra gripe

Oceane Deschanel
Mai 7, 2018

A campanha de vacinação contra a influenza (gripe), organizada pelo Ministério da Saúde, teve início no dia 24 de abril, em todo o município.

O balanço de vacinação da campanha de influenza mostra que, até 4 de maio, mais de 14 mil pessoas foram vacinadas em Várzea Grande.

O post Idosos e profissionais de saúde serão imunizados contra a gripe nesta segunda apareceu primeiro em Portal Correio.

A Secretaria de Estado de Saúde, por meio da Vigilância Epidemiológica, confirmou que deverá receber do Ministério da Saúde, neste sábado, mais um lote com 120 mil vacinas contra a gripe influenza. A campanha segue até 1º de junho e serão disponibilizadas 196 mil doses da vacina. "Se cada cidadão que está inserido no público-alvo se conscientizar em buscar pelo serviço o quanto antes, evitaremos extensas filas no final da campanha", destacou o Dr. Rogério Leite. Também será realizada a vacina no Bairro Kleinubing as 8h30min, no Bairro Alvorada as 9h30min e no Bairro Navegantes as 10h30min. O bebê só poderá ser imunizado contra Influenza a partir dos 06 meses de vida.

Neto de Fittipaldi sofre grave acidente
O piloto foi extraído do carro com consciência e não corre risco de morte, segundo a organização do Mundial de Endurance. A pole também ficou com a Toyota, com o japonês Kamui Kobayashi, o britânico Mike Conway e o argentino José María López.

Os professores ganharam o direito à vacinação porque o Governo Federal entendeu que eles precisam ter boa saúde para permanecerem em suas atividades laborais.

A vacina contra gripe é segura e reduz as complicações que podem produzir casos graves da doença, internações ou, até mesmo, óbitos.

Para a Prevenção do Câncer Bucal, além dos Postos de Saúde no horário de atendimento do dentista, o setor de Saúde Bucal realizará a prevenção em todos os pacientes que passarem pelo setor no período da Campanha, por meio do agendamento de rotina.

Além das pessoas com idade a partir de 60 anos, a campanha prevê a imunização de crianças entre seis meses a menores de cinco anos de idade, gestantes, puérperas (até 45 dias após o parto), trabalhadores da saúde, professores das escolas públicas e privadas, povos indígenas, portadores de doenças crônicas não transmissíveis e outras condições clínicas especiais, adolescentes e jovens de 12 a 21 anos de idade sob medidas socioeducativas, a população privada de liberdade e os funcionários do sistema prisional.

Outros relatórios LazerEsportes

Discuta este artigo

SIGA O NOSSO JORNAL