PF exibe dinheiro de desvios apreendido na Operação Prato Feito

Judith Bessette
Mai 10, 2018

Sobre a "Operação Prato Feito", que tem buscas realizadas em Cosmópolis, em nota, a Assessoria de Imprensa da Prefeitura Municipal de Cosmópolis, enviou o seguinte comunicado oficial: "A Prefeitura Municipal de Cosmópolis confirma que a Polícia Federal faz buscas no Paço Municipal na manhã desta quarta-feira (9)". Logo depois, a capital São Paulo teve 14 mandados cumpridos.

Ainda de acordo com a GCU, prefeitos e secretários municipais de Educação eram procurados com propostas de vantagens ilícitas em troca da terceirização da merenda nas escolas. Foi, então, contratada nova empresa por meio de licitação que estaria oferecendo serviço à contento na época, disse.

O objetivo era desarticular cinco grupos criminosos suspeitos de desviar recursos da União destinados à merenda em municípios dos estados de São Paulo, Paraná, Bahia e Distrito Federal. Com esse argumento, políticos tentam se desvencilhar de acusações criminais por corrupção passiva, lavagem de dinheiro e outros delitos punidos com penas pesadas.

Além disso, foram apreendidos R$ 12.250 na casa de um empresário em Mauá, R$ 34.250 na casa de um empresário em Santo André, R$ 30 mil na casa de um empresário em São Paulo e R$ 17 mil na casa de um empresário em Salvador.

PSG: "Il ne faut pas banaliser ce qu'on fait", demande Trapp
Smartphone à la main, Neymar suivait la finale mais aussi beaucoup ce qui se passait sur le web. Aligné d'entrée mardi soir, le jeune international argentin n'a pas failli.

Intitulada de operação Prato Feito, a ação cumpriu 154 mandados de busca e apreensão de empresários, lobistas e agentes públicos.

No balanço da noite, a PF atualizou a lista de cidades onde houve suspeita de fraudes nos contratos.

Investigação da Polícia Federal (PF) e da Controladoria-Geral da União (CGU) descobriu que alunos de 30 municípios paulistas receberam merenda de qualidade inferior, devido ao cartel de empresas que atuava há pelo menos 20 anos no desvio de dinheiro público.

A descoberta se deu durante o cumprimento de mandado de busca e apreensão para apurar irregularidades em contratos avaliados em R$ 1,6 bilhão.

Outros relatórios LazerEsportes

Discuta este artigo

SIGA O NOSSO JORNAL