Ligação antiga — Ciro e Steinbruch

Patrice Gainsbourg
Mai 11, 2018

Amigo do pré-candidato, o dono do grupo Vicunha Têxtil e da CSN seria mais uma tentativa de Ciro de se aproximar do mercado financeiro.

Steinbruch filiou-se ao PP de São Paulo em 4 de abril. A vinculação ao PP foi articulada por Ciro e pelo presidente nacional do PP, senador Ciro Nogueira (PI).

Ao "Estadão", o empresário afirmou que "ficaria muito honrado" em ser vice de Ciro. Em 2015, Steinbruch contratou Ciro Gomes como presidente da Transnordestina e, em anos eleitorais, contribuiu com dinheiro para campanhas de Ciro.

'Deadpool' pede perdão a Beckham por piada em novo vídeo
Na publicação ainda é possível ver a logo da 21th Century Fox riscada, numa brincadeira com a fusão entre a companhia e a Disney. E a mistura secreta de 11 ervas e temperos no delicioso bigode do Coronel Sanders [fundador da rede de restaurantes KFC].

O ex-ministro Cid Gomes (PDT), um dos coordenadores da campanha do irmão, disse que Steinbruch seria um "excelente" nome para a chapa. "Político é bicho para conversar, né?" "Steinbruch tem de candidato o que a gente quer como vice". Dentro do DEM, a hipótese de também ingressar na campanha de Ciro é discutida.

Fazem parte da mesa o pré-candidato ao Governo do Estado, o deputado estadual, Pedro Fernandes; o presidente nacional do partido, Carlos Lupi; os prefeitos de Piraí, Luiz Antonio, e de Porto Real, Ailton Marques; os pré-candidatos a deputado federal José Augusto e estadual Paulo Baltazar; o presidente do Sindicato dos Metalúrgicos, Silvio Campos; o presidente estadual do PDT, José Bonifácio; deputado estadual Luiz Martins, líder da bancada na Alerj.

O PP aguarda uma definição do DEM, até julho, para decidir quem apoiar. Neste momento, o PDT tem priorizado acordos com siglas do campo da esquerda, como PT, PSB e PCdoB.

Outros relatórios LazerEsportes

Discuta este artigo

SIGA O NOSSO JORNAL