Puigdemont escolhe sucessor na presidência do Governo catalão

Patrice Gainsbourg
Mai 11, 2018

O presidente do parlamento catalão, Roger Torrent, e os restantes membros da mesa já foram avisados de que não podem convocar uma sessão plenária nestas condições, ou seja, sem o candidato estar presente, para não correrem o risco de cometer um "crime de desobediência", escreve o mesmo jornal.

A decisão acontece depois do Tribunal Constitucional ter vetado a sua investidura à distância. "Espero que ele assuma a responsabilidade nos próximos dias e forme um governo imediatamente".

Em vídeo gravado em Berlim, Puigdemont indicou o parlamentar Quim Torra, ex-líder da organização catalã pró-independência Òmnium Cultural, como seu sucessor na chefia de governo, instando o Parlamento regional a confirmá-lo como novo presidente da Catalunha. "Agradeço o esforço e o sacrifício de assumir o cargo em circunstância que são extremas para a Catalunha", afirmou Puigdemont.

Os três últimos candidatos - Puigdemont, Jordi Sànchez e Jordi Turull - encontram-se ou no exílio ou presos pelo envolvimento nas operações independentistas do ano passado e não receberam autorização para se deslocarem a Barcelona. Carles Puigdemont desistiu da tentativa de ser eleito à distância e designou Torra no seu lugar.

Por decisão da Conmebol, Santos vai jogar duelo da Libertadores na Vila
O time entra em campo pressionado por conta do 'vexame' que deu ao seu torcedor na rodada anterior do Campeonato Brasileiro. O técnico Jair Ventura, porém, entende que Daniel Guedes não vive seu melhor momento e precisa ser preservado.

Os separatistas venceram as eleições regionais realizadas em dezembro.

O Governo espanhol avançou hoje ao fim da manhã com um recurso no TC contra a lei regional aprovada pelo parlamento da Catalunha na passada sexta-feira com os votos dos partidos independentistas.

Em 25 de março, Puigdemont, que era foragido da Justiça espanhola, foi detido na Alemanha ao tentar atravessar o território alemão por terra a fim de retornar à Bélgica.

Outros relatórios LazerEsportes

Discuta este artigo

SIGA O NOSSO JORNAL