Ataques a igrejas na Indonésia causou 11 mortos e 40 feridos

Patrice Gainsbourg
Mai 13, 2018

"Eu instruí A polícia para investigar e desmembrar a rede por trás dos ataques", afirmou Widodo. A ação teve como alvos uma igreja cristã, uma protestante e uma pentecostal Os artefatos teriam sido explodidos em um curto intervalo de tempo, informou a polícia. Uma grande explosão foi ouvida horas depois dos ataques, o que segundo Mangera foi uma detonação realizada pelo esquadrão de bombas. E que há dois policiais entre as 11 vítimas.

As autoridades também estão investigando se houve uma explosão em uma quarta igreja. "Estamos zangados com esses ataques, mas vamos deixar que as autoridades resolvam isso", disse Gormar Gultom, membro da associação.

Na Indonésia, a maioria muçulmana é da ala moderada e há muito vinha sendo exemplo de democracia. Os atentados ocorreram na cidade de Surabaya, cerca de 800 km a leste da capital do país, Jacarta. A ação reivindicada pelo Estado Islâmico.

Acrescentou que o pai fez explodir um carro bomba, dois filhos, de 18 e 16 anos, usaram uma mota num dos ataques, enquanto a mãe estava com duas crianças de 12 e nove anos na terceira igreja. Eles estavam ligados ao movimento radical Yamaah Ansharut Daulah, grupo ligado ao Estado Islâmico.

Fabricantes Android obrigados a lançar atualizações de segurança periódicas
A Google passará a cobrar que as fabricantes de dispositivos se comprometam em entregar security patches do Android regularmente. Agora, a Qualcomm estabeleceu uma parceria com o Google para facilitar as coisas.

A polícia disse à imprensa que os ataques foram realizados por "homens-bomba" e que pelo menos duas pessoas foram mortas e 13 ficaram feridas nas explosões.

O Estado Islâmico se disse responsável pelos ataques em uma mensagem de sua agência de noíticas Amaq.

A Indonésia vem realizando uma dura repressão contra militantes desde os atentados de radicais afiliados à Al Qaeda em Bali em 2002, que resultaram na morte de 202 pessoas.

Extremistas montaram uma série de ataques contra cristãos e outras minorias nos últimos anos.

Outros relatórios LazerEsportes

Discuta este artigo

SIGA O NOSSO JORNAL