Bruno de Carvalho convocou reunião de emergência em Alvalade

Vincent De Villiers
Mai 15, 2018

Segundo o site do jornal 'A Bola', a longa reunião de hoje, entre o presidente do Sporting, Bruno de Carvalho e Jorge Jesus, terminou com a suspensão da equipa técnica.

O presidente do Sporting desmente que Jorge Jesus e a sua equipa técnica tenham sido suspensos, na sequência da reunião desta segunda-feira à tarde em Alvalade.

De acordo com o Record, há a possibilidade de ser instaurado processo disciplinar ao treinador leonino, estando em cima da mesa a hipótese de despedimento por justa causa. Ao comando da equipa técnica deverão estar o treinador de guarda-redes Nelson Pereira e o treinador da equipa B, Luís Martins.

Indulto do Dia das Mães inclui grávidas, mulheres transexuais e indígenas
Como o benefício é abrangente, o texto prevê que os tribunais podem organizar mutirões para atender às determinações do indulto. Em nenhum dos casos, porém, as mulheres podem ter sido punidas por falta grave nos últimos 12 meses de pena.

Por um lado, referiu que o afastamento do segundo lugar custou caro ao Sporting, foi um rude golpe para todo o clube, mas há uma Taça de Portugal para vencer no domingo e é muito importante que o plantel não volte a falhar. Por outras palavras, Bruno de Carvalho pôs o objetivo de sacudir culpas (ou pior, a vingançazinha adolescente) acima dos 30 milhões de euros que a Liga dos Campeões poderia valer e do estado de espírito que se deseja a uma semana da final da Taça de Portugal.

Segundo um outro jornal, 'O Jogo', os capitães de equipa, Rui Patrício e William Carvalho, bem como Bruno Fernandes ameaçaram não jogar a final da Taça se Jesus não estiver no banco.

"É lógico que também não gostámos de ver aquilo que foi a interacção dos sócios com os jogadores, isso a nós também nos preocupa, por isso fizemos uma série de reuniões, e vocês fizeram uma série de invenções", acrescentou o presidente dos leões.

Outros relatórios LazerEsportes

Discuta este artigo

SIGA O NOSSO JORNAL