Jovem de 24 anos morre pisoteado por touro na Expoingá

Patrice Gainsbourg
Mai 15, 2018

O peão Giliard Antônio, 24, morreu na noite deste domingo (13) depois de ser pisoteado por um touro de 1 tonelada durante um rodeio na 46ª edição da Feira Agropecuária, Industrial e Comercial de Maringá (Expoingá), no norte do Paraná. As imagens são bastante fortes e é possível ver que após ser pisoteado ele ainda se levanta e busca proteção atrás do palhaço, mas cai desmaiado. Giliard foi reanimado pelos médicos durante 40 minutos, mas não resistiu aos ferimentos e morreu.

Segundo informações, o cowboy sofreu uma fratura de cervical, ele teve parada cardiorrespiratória imediatamente depois do acidente. Giliard Antônio estava se preparando para uma competição nos Estados Unidos. Em 2016 sofreu uma contusão e ficou afastado das arenas.

Indulto do Dia das Mães inclui grávidas, mulheres transexuais e indígenas
Como o benefício é abrangente, o texto prevê que os tribunais podem organizar mutirões para atender às determinações do indulto. Em nenhum dos casos, porém, as mulheres podem ter sido punidas por falta grave nos últimos 12 meses de pena.

No dia 27 de abril deste ano, o peão voltou a montar em touro na etapa da competição realizada em São José do Rio Pardo, no interior de São Paulo. Após ser liberado do Instituto Médico-Legal (IML) de Maringá, o corpo será levado para o distrito de Jureia onde será velado. Em nota a PBR afirmou que: "Todos os procedimentos necessários foram tomados pela equipe médica no local". O sepultamento está previsto para acontecer na manhã de terça-feira (15). Seu nome estava entre os melhores competidores do Brasil. A PBR Brasil continuou a prova.

A morte foi confirmada pela PBR Brasil e pela Sociedade Rural de Maringá. "Pedimos aos fãs muitas orações".

Outros relatórios LazerEsportes

Discuta este artigo

SIGA O NOSSO JORNAL