Começa a semana do Enfrentamento ao Abuso e Exploração sexual

Patrice Gainsbourg
Mai 16, 2018

Assim, a intenção do 18 de maio é destacar a data para mobilizar e convocar toda a sociedade a participar dessa luta e proteger as crianças e adolescentes, pois esta data reafirma a importância de se denunciar e responsabilizar os autores de violência sexual contra a população infantojuvenil. Na oportunidade, será discutida a atual situação da violência sexual contra crianças e adolescentes na região do Agreste.

Até quarta (16), diversas atividades possibilitarão troca de experiências sobre a temática, em mesas-redondas, grupos de discussão e outras ações. "Nós achamos que esses pontos já existiam, mas nos últimos anos a gente trabalhou muito na capacitação de policiais e passamos a usar um aplicativo de smartphone que facilita muito o monitoramento", explica. Márcia falou ainda do Centro de Atendimento Integrado 18 de Maio. Entre os apoiadores estão o governo de Brasília e o Conselho dos Direitos da Criança e do Adolescente do DF.

O objetivo da Campanha Nacional de Combate à Exploração e Abuso Sexual Infantojuvenil é estabelecer um conjunto de ações que permitam a prevenção e o enfrentamento da violência sexual contra criança e adolescente, além de mobilizar e conscientizar a sociedade.

A semana escolhida para a campanha faz alusão ao Dia Nacional do Combate à Violência e à Exploração Sexual Infantil, lembrado em 18 de maio, data em que Araceli Cabrera Sanches foi morta, em 1973, aos 8 anos de idade.

Economia cresceu 2,1% no primeiro trimestre
A agência também confirmou o crescimento de 2,2% em 2017, o que se traduz em uma taxa ajustada ao calendário de 2,5%. Já o Governo estima que a economia portuguesa cresça 2,3% em 2018.

Trata-se do Fórum Municipal de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças, que acontece das 8h às 12h, no Cine Royal, localizado na Rua Doutor Pedro Correia de Araújo, s/n, no Centro de São Lourenço da Mata. No domingo (20), a programação termina com a distribuição de materiais informativos na Feirinha da Avenida JK.

Em rodovias e estradas federais de todo o Brasil, pelo menos 2.487 pontos são considerados vulneráveis à exploração de crianças e adolescentes, segundo a Polícia Rodoviária Federal (PRF). Será no Parque Ana Lídia, no Parque da Cidade Dona Sarah Kubitschek.

A Secretaria do Trabalho, Desenvolvimento Social, Mulheres, Igualdade Racial e Direitos Humanos também fará atividades, a exemplo de uma caminhada em Planaltina, na sexta (18), a partir das 7h30 na praça da EQ 11/15 do Setor Oeste. No dia 21, haverá uma oficina com famílias da assistência social da Estrutural e, no dia 25, uma ação de conscientização na Feira do Guará.

Outros relatórios LazerEsportes

Discuta este artigo

SIGA O NOSSO JORNAL