Líder do Facebook vai prestar contas ao Parlamento Europeu

Patrice Gainsbourg
Mai 16, 2018

O fundador e CEO do Facebook, Mark Zuckerberg, aceitou comparecer ao Parlamento Europeu para responder questões sobre o vazamento de dados de usuários da rede social. "É um passo na direção certa para restaurar a confiança", sublinha o presidente do Parlamento Europeu. O encontro também contará com a presença de líderes do Comitê das Liberdades Civis.

Mas a maior fatia de mensagens apagadas tem a ver com publicidade indesejada ('spam'), responsável por 837 milhões de mensagens.

A vinda de Mark Zuckerberg a Bruxelas era reivindicada há várias semanas por diferentes eurodeputados que querem ouvir explicações do fundador da rede social na sequência do escândalo Cambridge Analytica.

Sony anuncia que PS Vita deixará de ter jogos físicos
A consola portátil da Sony já tem mais de seis anos e esta nova decisão poderá indicar que a consola não estará muito longe do fim. "O ano fiscal da Sony termina a 31 de março de 2019", (via Kotaku ).

O Facebook confirma que o número de utilizadores que descarregaram a aplicação que terá obtido os dados, a "thisisyourdigitallife", em Portugal rondou os 15.

Zuckerberg afirmou que até ao fim do ano seriam contratados mais 5.000 moderadores para juntar aos cerca de 15 mil que já trabalham na deteção e remoção de "conteúdo ofensivo".

Outros relatórios LazerEsportes

Discuta este artigo

SIGA O NOSSO JORNAL