Vitor Belfort perde para Lyoto Machida e anuncia aposentadoria do UFC

Vincent De Villiers
Mai 16, 2018

Em um evento repleto de nocautes e finalizações, com certeza o UFC não teve vida fácil para escolher os prêmios de performances do UFC 224, neste sábado (12), na Jeunesse Arena no Rio de Janeiro. Mas, em luta inicialmente com poucas emoções, os veteranos receberam vaias da torcida que marcou presença no local. Já Belfort agradeceu a todos os brasileiros pela torcida e pelo apoio durante a sua carreira.

Chape vence a primeira no Brasileiro e tira a invencibilidade do Flamengo
Em contra-ataque em velocidade, Rodinei acionou o peruano, que dominou e acertou uma bomba, mas mandou longe do gol de Jandrei. Guerrero , aos 3, e Guilherme, aos 23, Vinícius Junior, aos 32, e Leandro Pereira, aos 45 minutos do segundo tempo.

A derrota de Belfort ocorreu no segundo round após Lyoto Machida repetir um chute frontal que também "aposentou" o americano Randy Couture no passado. Respeitoso, o "Dragão", imediatamente após o nocaute, se ajoelhou em reverência ao compatriota, em sinal de respeito a uma das lendas do esporte do país. Em um embate entre lendas, o ex-campeão Vitor Belfort fez sua última luta na carreira contra o também ex-campeão Lyoto Machida, entretanto, sua despedida dos octógonos foi bastante indigesta. Nunca podemos dizer que somos melhores do que os outros. Agradeço pelo carinho. Enquanto as entrevistas aconteciam no centro do octógono, no telão, surgia a imagem do pai de Lyoto Machida e mestre de caratê, Yoshizo Machida, na plateia, dando um abraço em Jovita Belfort, mãe do carioca, em atitude nobre e respeitosa. "Hoje (sábado) eu fui melhor do que ele e conquistei essa vitória", completou. Aos 41 anos, ele deixa o MMA com 26 vitórias e dois cinturões do UFC, dos pesados e dos meio-pesados. Tudo na vida tem um começo, meio e fim. Eu estou bem. Parabéns ao Lyoto. Oleinik encaixou um ezequiel de frente no brasileiro e acabou com a luta com um minuto e 45 segundos no primeiro round.

Outros relatórios LazerEsportes

Discuta este artigo

SIGA O NOSSO JORNAL