Dólar atinge marca de R$ 3,66, maior valor desde abril de 2016

Judith Bessette
Mai 17, 2018

O dólar subiu 0,94%, a R$ 3,6617 na venda, maior valor desde o dia 7 de abril de 2016, quando a moeda fechou a R$ 3,6918.

"A diferença de juros entre Brasil e Estados Unidos está muito menor do que tínhamos no passado, o que aumenta o impacto das decisões monetárias sobre o câmbio por aqui", completa.

O rendimento do título do Tesouro (Treasury) de 10 anos bateu na máxima 3,059% ao ano, maior nível desde julho de 2011. Para quem preferir comprar em cartão de débito ou crédito pré-pago, a moeda americana sai a R$ 4,11, contabilizando o IOF de 6,38%.

OMS usará vacina experimental para conter surto de ebola
A doença é endêmica à República Democrática do Congo , e este é o 9º surto desde a descoberta da doença no país em 1976. O Ministério da Saúde confirma que o objetivo é evitar que chegue à capital.

A reportagem do site Exame revelou nesta quarta-feira (16) que o dólar é negociado em quase R$ 4 nas casas de câmbio. "A verdade é que quem tentar entender o comportamento do câmbio por aqui minuto a minuto vai ficar maluco", resumiu um operador.

Nem mesmo a atuação reforçada do Banco Central no mercado de câmbio foi capaz de segurar o dólar, que só nas últimas três semanas acumulou ganhos de mais de 5%.

Os investidores seguem de olho no cenário externo, onde havia temores de mais altas de juros que o esperado nos Estados Unidos neste ano, influenciando no fluxo global de recursos. As vendas no varejo dos EUA subiram 0,3% em abril, em linha com as projeções, mas os dados de março foram melhorados, mostrando expansão de 0,8%, sobre 0,6%. Ele destacou que o País tem contas externas controladas com um déficit pequeno em transações correntes, financiado pela entrada de investimentos diretos, além de um grande volume de reservas internacionais.

Outros relatórios LazerEsportes

Discuta este artigo

SIGA O NOSSO JORNAL