EUA emitem alerta vermelho para "erupção vulcânica iminente" no Havai

Patrice Gainsbourg
Mai 17, 2018

As autoridades norte-americanas emitiram um alerta vermelho para a erupção do vulcão Kilauea, no Havai, que na última semana já obrigou a retirar centenas de pessoas das suas casas. "Uma grande erupção vulcânica está iminente ou já em andamento", avisou o Serviço Geológico dos Estados Unidos (USGS, na sigla em inglês), nesta terça-feira (15).

Embora a atividade vulcânica se mantenha "muito variável", pode "tornar-se explosiva a qualquer momento, aumentando a intensidade da produção de cinza e de projéteis". Na segunda-feira, a lava de uma grande fissura invadiu terras de cultivo seguindo rumo a uma estrada de terra litorânea que é uma das últimas opções de saída para cerca de 2.000 moradores do sudeste da maior ilha do Havaí. Por enquanto, as 1.700 pessoas que já tiveram de deixar as suas casas.

Além das cinzas, outra preocupação aos moradores da região é o dióxido de enxofre, já que, segundo a USGS, o gás está saindo de 21 fissuras, ou rachaduras no solo, causadas pelo vulcão.

Líder do Facebook vai prestar contas ao Parlamento Europeu
Mas a maior fatia de mensagens apagadas tem a ver com publicidade indesejada ('spam'), responsável por 837 milhões de mensagens. O encontro também contará com a presença de líderes do Comitê das Liberdades Civis.

"Há muitos cenários de último caso, e estradas sendo bloqueadas é um deles", explicou Hickman na rodovia 137, um caminho potencial do fluxo de lava, a cerca de 3 quilômetros de distância.

Por enquanto, cerca de 40 casas e construções ficaram destruídas pela passagem da lava incandescente, e os cientistas indicaram que se os níveis de lava continuarem caindo na cratera, provavelmente mais fissuras aparecerão no terreno e fluirão correntes de lava e fumaças tóxicas.

Outros relatórios LazerEsportes

Discuta este artigo

SIGA O NOSSO JORNAL