Moro recebe prêmio "Pessoa do Ano" nos EUA

Eloi Lecerf
Mai 17, 2018

João Doria, que no ano passado recebeu o prêmio, discursou em homenagem ao agraciado deste ano e afirmou que "Moro é um herói nacional", pedindo que todos os mil convidados se levantassem para aplaudir o Juiz Moro, no que foi prontamente atendido.

Moro afirmou que recebeu o prêmio por entender que é um reconhecimento a todo o Judiciário.

Mais uma vez o juiz federal Sergio Moro deu lições de humildade ao receber, nos Estados Unidos, o prêmio Person of the Year, concedido pela Câmara de Comércio Brasil-Estados Unidos. Azul poderia ser PSDB ou eventualmente Partido Democrata - disse, arrancando risos da platéia.

Ontem o juiz posou sorridente ao lado do tucano João Doria numa jantar black tie em Nova York.

- São circunstâncias diferentes, estar em um evento do social e tirar uma foto, não significa nada, acho uma bobagem isso - disse ele, ao ser questionado sobre a foto. Ele optou pela vermelha, que é a cor do logotipo do Lide.

Velório de estilista morta na Parangaba acontece nesta terça-feira
O crime aconteceu quando ela estava saindo de uma confecção na rua Roquete Pinto, no bairro Parangaba , em Fortaleza . Confira o caso no programa Barra Pesada, da TV Jangadeiro/SBT, às 12h10 desta terça-feira (15).

O juiz Sérgio Moro rebateu argumentos, principalmente, de setores esquerdistas, de que teria havido uma ruptura democrática no país a partir do processo de impeachment da ex-presidente Dilma Rousseff, do PT, e com a consequente condenação do ex-presidente Lula, por crimes relacionados à corrupção no âmbito das investigações da força-tarefa da Operação Lava Jato.

A festa seguiu-se a mais uma das inúmeras homenagens promovidas nos EUA ao magistrado brasileiro desde que ele ficou famoso ao comando da Lava Jato.

Moro negou a existência de problemas eventuais nas eleições no Brasil por conta da corrupção.

No livro "O caso Lula: a luta pela afirmação dos direitos fundamentais no Brasil", o professor Silvio Luís Ferreira da Rocha, juiz federal criminal em São Paulo, destaca que um juiz que é homenageado ou prestigia eventos de natureza empresarial ou políticos organizados ou liderados por manifestos adversários sociais ou políticos dos investigados ou dos réus deixa claro que houve "quebra de imparcialidade".

Outros relatórios LazerEsportes

Discuta este artigo

SIGA O NOSSO JORNAL