Call of Duty: Black Ops 4 detalhado; Modo Blackout confirmado

Eloi Lecerf
Mai 18, 2018

Na apresentação, o gerente geral para Call of Duty apresentou alguns números sobre a franquia.

Outra surpresa foi a utilização de botão para recuperação de vida, além de técnicas especiais que dão um ar mais de suporte a alguns tipos de personagens.

A decisão de deixar de lado o clássico modo off-line pode ter a ver com dados revelados nesta quinta em relatório do site TrueAchievements, que mostram que a maioria dos jogadores concluiu menos da metade das campanhas de Call of Duty. A opção battle royale em Balck Ops 4 se chamará Blackout. Contudo, ainda não há imagens de gameplay do modo.

Call of Duty: WWII voltou a apresentar uma boa taxa de SPA, com 29 por cento dos jogadores a terminarem a campanha, o quarto valor mais alto da saga.

O Modo em questão que recebeu o nome de BlackOut, receberá um mapa absurdamente maior do que aqueles que estamos acostumados em Call of Duty, incluirá personagens anteriores da série Black Ops, e permitirá a possibilidade utilizar veículos para combate, além da possibilidade de controlar dispositivos remotamente.

Copa do Brasil terá dois jogos nesta quarta; atual campeão estreia
Precisando defender a penalidade para manter o Atlético na disputa, Victor defendeu o pênalti seguinte, de Bruno Pacheco . Cazares , ainda converteu a quinta cobrança, mas Rafael Thyere só precisava fazer para classificar a Chapecoense .

Já o Voyage of Despair é ambientado no Titanic. Em seu lugar, a parte "história" do jogo será destrinchada e desenvolvida pelo popular modo Zumbis, que terá três mapas diferentes. Alerta de spoiler: "foram os zumbis".

Para completar, o episódio Blood of the Dead se passa na prisão de Alcatraz.

Por fim, a empresa anunciou novamente que a versão de PC será lançada na plataforma da Blizzard, a Battle.net, e não mais via Steam.

Mais notícias serão reveladas em breve.

Call of Duty: Black Ops 4 será lançado a 12 de Outubro na Xbox One, PC e PlayStation 4.

Outros relatórios LazerEsportes

Discuta este artigo

SIGA O NOSSO JORNAL